Toque de acolher

hspace=Fiquei surpreso com os pedidos de vários leitores solicitando a minha opinião sobre o polêmico projeto de lei 285/2012 em discussão na Câmara de Vereadores,  razão pela qual decidi expressar meu pensamento sobre o assunto.

Não pretendo me ater ao fato da legalidade ou inconstitucionalidade do projeto, pois para isso existe o Judiciário. Quero aqui dizer que estamos vivendo em uma sociedade onde as pessoas de bem estão cada vez

Fiquei surpreso com os pedidos de vários leitores solicitando a minha opinião sobre o polêmico projeto de lei 285/2012 em discussão na Câmara de Vereadores,  razão pela qual decidi expressar meu pensamento sobre o assunto.

Não pretendo me ater ao fato da legalidade ou inconstitucionalidade do projeto, pois para isso existe o Judiciário. Quero aqui dizer que estamos vivendo em uma sociedade onde as pessoas de bem estão cada vez mais se privando de seus direitos e de sua liberdade. E dando espaço para as pessoas de mau comportamento na sociedade, ao invés de criar e exigir leis mais severas aos infratores e exigir sua punição, estamos nos auto condenando. Um exemplo disso e que costumo olhar e ficar me questionando porque e porque e não acho resposta, um exemplo claro onde as pessoas de bem para se proteger dos cidadãos de péssima conduta na sociedade tomamos a atitude de colocar grades de ferro em nossas janelas, instalamos alarmes, murros enormes, cercas elétricas etc... E muitas vezes destruindo a arquitetura de nossos lares construídos com tanto suor. E nos colocando em risco e a própria família. Tenho pavor de ver uma moradia com grades. Já imaginou você  com sua família em sua casa e de repente um fato inesperado como um incêndio  e não ter por onde sair, pois em todas as suas possíveis saídas de fuga existem grades para se prevenir e ter que assistir e aguardar a morte sem ter o que fazer, e enquanto quem nos obrigou a tal fato continua livre em nosso meio. Acredito que em nosso meio as pessoas de má reputação são a minoria então temos que exigir a punição destes e não nós nos privarmos de nossa liberdade.

Digo ainda que me surpreendo com a quantidade de pais que se escondem atrás do Conselho Tutelar, ECA e etc... Digo isso porque a decisão de ter ou não um filho cabe aos pais, seja ela planejada ou inesperada, portanto a educação destes cabe aos pais e não as entidades ou leis ou ao estado. Constantemente os pais se queixam de que são impedidos de criarem seus filhos, pois a lei ou o Conselho Tutelar não deixam, no entanto, tanto o  ECA com o Conselho Tutelar foram criados através de necessidade de demanda de nossa sociedade para coibir os excessos praticados por pais sobre seus filhos (excessos) como chegar a seu domicilio sob efeito de algum agente nocivo (Álcool ou drogas) e espancar seus filhos por motivo fútil ou desconhecido, ou ainda as questões de pedofilia e outros inúmeros exemplos que existem em nossa sociedade. Pois acima de tudo os adolescentes têm direitos, mas também tem deveres e infelizmente a mídia e a sociedade deu mais importância e ênfase aos direitos do que aos deveres e por este motivo houve uma distorção dos fatos. E em alguns casos é mais cômodo culpar as entidades e leis pela má educação dos filhos do que assumir a responsabilidade pelos mesmos.

Vamos fazer uma simulação, a lei foi aprovada e sancionada pelo prefeito municipal e entrou em vigor, bem, como cidadão vamos exigir o cumprimento da lei e vamos acionar a policia que ira acionar o Conselho e irão fazer a verificação e a aplicação da lei. Acontece que ninguém apareceu após a denuncia e aí vamos nos queixar ao vereador que ira usar a tribuna e solicitar aprovação de requerimento para solicitar explicação das entidades responsáveis, após um período as entidades respondem o requerimento explicando os motivos da não ida à solicitação, onde todos nos Pomerodenses sabemos da falta de efetivo de nossa policia tanto civil como militar e o conselheiro não ira sem um acompanhamento policial e começam os discursos inflamados pedindo mais efetivo etc...

Resolveu o problema? Salvou a vida? Com Lei ou sem Lei o infrator vai continuar a fazer as mesmas coisas, pois  ele não esta preocupado com a lei, já que a única coisa que ira acontecer é que os jovens de bem que cumprem e respeitam a lei não irão mais estar nas ruas e sim enclausurados em suas casas e o pior para se entreter terão como opção as redes sociais (internet quando não utilizada adequadamente) que atualmente è um dos maiores vilões que os pais têm dentro de suas próprias casas. Existe um dito popular que diz que criamos os filhos para o mundo, muitos dos filhos por mais transtornos que nos causam em sua adolescência quando da sua maturidade e se tornam pais entendem que a atitude que seus pais tiveram foi para proteger e mostrar aquilo que è certo. Agora pergunto estes jovens que não mais vão estar expostos ao perigo, pois sempre irão estar acompanhados de seus pais na sua maturidade plena vão ser capazes de proteger seus filhos e serem auto-suficientes ou ainda vão estar debaixo das assas de seus pais para uma proteção eterna. Precisamos avaliar bem as conseqüências disto para o futuro. Jamais iremos conseguir protegê-los de todos os perigos. E em casos de fatalidade è necessário avaliar os fatos. Sei que nada justifica tirar a vida de alguém, mas  imaginamos que teria acontecido o contrario que invés do condutor do veiculo ser a vitima o menor o teria sido atacado por outro qualquer na chegada em seu destino, de quem seria a culpa??

A Justiça precisa ser feita, mas com coerência e para punir aqueles que cometem infrações e não o restante da sociedade.

Houve mobilização por Justiça por um fato muito justo, mas porque não utilizar outros meios como, por exemplo, em vez desta lei criar um projeto de iniciativa popular, atualmente existe a possibilidade de se realizar um abaixo assinado e encaminhar para o Congresso Nacional solicitando a redução da idade penal.

Ou ainda poderíamos realizar outro abaixo assinado com manifestação da população por um efetivo maior para Pomerode já que neste momento temos um fato concreto em que se perdeu a vida de um cidadão, encaminhando à Secretaria de Segurança Pública do Estado e ao Governador do Estado e teríamos resultados, pois são assinaturas de eleitores. O projeto de  lei 285/2012 que será aprovada será só mais uma para reprimir aqueles que respeitam a lei e  exigirá  mais trabalho de entidades que já fazem  alem daquilo que seu efetivo comporta e será alvo de criticas da sociedade pelo não cumprimento da lei.

Esta è a minha opinião tenho clareza de que muitos não compartilham da mesma opinião, mas enquanto tivermos democracia e livre expressão todas as opiniões deverão ser respeitadas. E para os que solicitaram minha opinião espero que não tenham se decepcionado.

Uma Feliz páscoa a todos!

Você está aqui: Entrada Opinião Toque de acolher