Eleições 2012

Estamos na reta final para sabermos quais os nomes e partidos que irão disputar as eleições municipais de 2012. No entanto não existem definições, nada concreto. Somente possíveis alianças, varias conversas , varias declarações ousadas, mesmo cenário de todos os outros anos, que as vésperas tomam rumos totalmente diferentes dos cogitados.

Nesta Euforia toda, de articulações, pesquisa, simulações, comentários, faz os articuladores suarem a camisa e fazer reverter os quadros construídos com propostas ousadas para consagrar as alianças passíveis de atingir o resultado da vitoria.

Se resgatarmos a nossa história recente perceberemos o que significa o voto. Até alguns anos vivíamos em uma Ditadura Militar, nela nos tiraram o direito ao voto. Não importava para quem mandava e desmandava e tão pouco a opinião do povo. Muitas pessoas deram suas vidas para que pudéssemos escolher nossos representantes. Mesmo contra a vontade de alguns que exploravam o regime para proveito pessoal este direito foi conquistado. E não foi fácil. Foram muitos mortos, outros presos, exilados e muita surra da policia, mas enfim com a reivindicação do povo nas ruas foi conquistado o direito de votar.

 

No entanto, parece que este passado tão recente foi rapidamente esquecido, tanto pelos políticos como pelos eleitores, digo isto no sentido da atual conjuntura política onde parece que o passado è passado e que neste momento è necessário fazer de tudo para se atingir a vitoria não importando os meios e formas utilizadas para se chegar a este resultado.

Resultado este depois de conquistado è que se vê na pratica a real dificuldade administrativa. Onde pagamos por uma estagnação no desenvolvimento do município.Muitas vezes nem culpa da figura do prefeito em si mas pela forma em que ele chegou a ser prefeito e das articulações realizadas.

Você está aqui: Entrada Opinião Eleições 2012